5 hábitos para ser mais criativo

Soft Skills

5 hábitos para ser mais criativo

Karin Braun
Escrito por Karin Braun em janeiro 28, 2020

Muitas pessoas pensam que a criatividade é um dom impraticável. De fato, alguns entre nós parecem ter uma facilidade maior em criar novas soluções, ter ideias antes nunca pensadas e em fazer associações que você acha que jamais imaginaria.

Mas a verdade é a que criatividade é uma habilidade que pode ser treinada, desenvolvida. E não estamos falando aqui em nada revolucionário ou difícil de implementar. Você pode ser mais criativo mudando hábitos da sua rotina e estimulando partes diferentes do seu cérebro, sem precisar quebrar a cabeça (ops, não conseguimos conter o trocadilho). 

Quer saber por onde pode começar estes estímulos? Continue lendo o post que preparamos sobre esse assunto e se torne alguém mais criativo!

Leia também: A importância da criatividade no mercado atual

Como desenvolver a criatividade?

A criatividade, como qualquer outra habilidade, pode sim ser desenvolvida através de novos hábitos e estímulos. Separamos 5 dicas para te ajudar a começar a ser mais criativo:

1. Desconectar é preciso

É claro que as telas, principalmente os smartphones, fazem parte do nosso dia a dia e são nossas aliadas para resolver muita coisa de forma prática, de qualquer lugar, mantendo a organização. Hoje os celulares são mais do que ferramentas, são praticamente extensões do nosso corpo, que nos permitem coisas inimagináveis até bem pouco tempo atrás.

Mas, quando estamos falando de hábitos para ser mais criativo, deixar essas telas de lado durante algum momento do seu dia é bastante importante.

Reserve um tempo para estar desconectado todos os dias. Sim, todos os dias. Entenda na sua rotina que momento é o ideal para deixar o celular longe – se for possível, o modo avião funciona melhor ainda. Reserve alguns minutos para planejar o seu dia seguinte, tire as ideias da cabeça e registre-as em papel, bloco, caderno…  O que você preferir.

Esvazie a cabeça. Saia da frente de telas, experimente o silêncio ou o som do ambiente. Não absorva nenhum conteúdo por alguns minutos (ou horas, você escolhe!).

2. Abra espaço para o novo

Se você quer ter novas ideias, não pode continuar a fazer tudo sempre igual, certo? Quando paramos para pensar nesse conceito, ele até parece óbvio. 

Por isso, mude hábitos simples. Encontre um jeito novo de quebrar a sua rotina: escolha outra opção de cardápio para o café da manhã, mude o braço em que você sempre usa o relógio, tome banho de olhos fechados, escute alguma banda ou veja um filme que você nunca escolheria, coma algo que você diz há anos que não gosta, mas que mal se lembra do sabor ou simplesmente mude seu caminho de todos os dias.

Pode parecer simplório, mas acredite: essas pequenas transformações têm um poder gigante!  

Experimente algo novo hoje mesmo!

Você também pode se interessar: Resolução de Problemas Complexos: Qual a importância dessa habilidade?

3. Mude a primeira ou a última atividade do dia

Ainda pensando na rotina – afinal ela tem muito a ver com o estímulo da criatividade – já pensou em como entramos em piloto automático e muitas vezes repetimos sem pensar as primeiras e últimas coisas que fazemos no dia?

Pare um minuto para lembrar o que é que você faz nesses momentos todos os dias. Existe um padrão, não existe? Se você quer estimular a sua criatividade, deve fazer exatamente o contrário e mudar a dinâmica com a qual sua cabeça e seu corpo já estão acostumados.

Mude a primeira atividade que você faz no dia ou a última atividade que você faz a noite. Se você aproveita para olhar o celular na primeira e na última atividade do dia, então mude esses dois hábitos!

4. Assista a um TED Talk por dia, durante uma semana

Se cercar de referências, informações novas, boas ideias e pessoas inspiradoras aumenta a possibilidade de conexões criativas que nosso cérebro é capaz de fazer.

E uma fonte incrível de conhecimento são os vídeos do TED Talks. É também uma forma muito leve e rápida de consumir informação relevante, aumentar seu repertório, estar atualizado sobre questões importantes e estar aberto a novas ideias e discussões. 

Lembra como falamos sobre estar sempre com o celular na mão ou em frente a um computador? Pois então, use o seu tempo de tela com coisas que realmente valem a pena. Tente assistir a um vídeo desses por dia, pelo menos durante uma semana completa.

5. Faça pausas produtivas ao longo do dia

Estimular novos hábitos para ser mais criativo é tudo o que você quer, mas fazer pausas e dar um descanso para a cabeça também é importante. Por isso, não se sobrecarregue. Escolha o tipo de pausa que melhor funciona para você: alongue-se, caminhe, respire ar puro, medite, tome um café, uma água.

E pare algumas vezes ao dia. Esses momentos também podem trazer ideias e estimular a criatividade. Afinal, você já deve ter ouvido falar sobre ócio criativo. Ele também faz parte do processo.

Gostou das nossas 5 dicas para você parar de pensar em como ser mais criativo e passar a incorporar novos hábitos que vão trazer essa mudança? Ainda temos uma dica bônus para você: apaixone-se pelos problemas. Eles são como um combustível para criatividade. Há uma oportunidade escondida por trás de cada problema, basta mudar sua forma de enxergá-los!

Quer colocar em prática as dicas? Acompanhe a sua evolução com o tracker de hábitos para desenvolver a criatividade que preparamos para você.

Apenas comece! De onde você estiver, com o que você tem em mãos. É melhor feito do que perfeito 😉

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *