Criatividade em tempos de Covid-19: exemplos de ações criativas e do bem

Slash Life

Criatividade em tempos de Covid-19: exemplos de ações criativas e do bem

João Jovanaci
Escrito por João Jovanaci em abril 30, 2020
5 min de leitura

Você sabia que no dia 21 de abril é celebrado o dia mundial da criatividade e inovação? O movimento faz parte das atividades promovidas pela Organização das Nações Unidas de Serviços para Projetos (Unops). Com o objetivo de conscientização, a ONU promove uma série de ações para estimular a criatividade e inovação na resolução de problemas ligados ao desenvolvimento sustentável e alcance das “metas globais” da instituição.

Nesse ano, a iniciativa lançou uma plataforma para mapear ações de organizações voltadas à prevenção e combate à pandemia do novo coronavírus.  Com isso, iniciativas empresariais, ONGs, coletivos e associações poderão cadastrar seus projetos no site, ao passo que instituições que podem oferecer auxílio poderão se conectar com os idealizadores de cada projeto.

A CRIATIVIDADE É IMPORTANTE FERRAMENTA DURANTE UMA CRISE

Na década de 1990, Robert Burnside, pesquisador norte-americano realizou um estudo que comprova a facilidade extraordinária que o ser humano possui de improvisar. E nós podemos observar essa capacidade adaptativa principalmente em tempos de crise, como a que estamos passando devido ao Covid-19.

Por isso, nós resolvemos trazer algumas situações que inspiram criatividade aplicada à crise de coronavírus, e como empreendedores, autônomos e instituições estão promovendo seus produtos ou serviços.

O EMPREENDEDORISMO DO TORRESMO

“Boa noite, trabalhamos com torresmo para pronta entrega. Coisa de primeira qualidade.” Essa foi a mensagem de Airton Fonteles Júnior, 42, durante uma transmissão ao vivo do governador do Ceará Camilo Santana.

Na ocasião, o governador utilizou as redes sociais para informar a população sobre as medidas adotadas pelo governo para conter a propagação do coronavírus no estado.

O resultado? Mais de 40 kg do produto encomendados logo no dia seguinte. Na imagem acima é possível observar o resultado imediato do interesse de consumidores, ainda na live, onde outro usuário pergunta “qual é o telefone do torresmo?”

Em entrevista ao jornal O Povo, Airton explica: “Não fiz com a intenção de chacota, até porque sou totalmente a favor da quarentena pregada pelo governador”. Além disso, comenta que a intenção é aumentar os pedidos para 200 kg semanais.

Demais a forma como ele conseguiu enxergar uma oportunidade, né? 😊

A MISSA DOS 100 MIL EM PERÍODO DE QUARENTENA

Aqui nós temos um excelente exemplo de como a criatividade pode ser aplicada em todos os setores e instituições. Com a presença de público suspensa, a Paróquia Nossa Senhora do Guadalupe em Curitiba celebrou missas com fotos dos fiéis nos bancos vazios da igreja.

O engajamento da população foi tanto, que de acordo com a paróquia, em menos de 24h, mais de 100 mil pessoas enviaram fotos para serem usadas nas missas. Durante celebrações tradicionais, a paróquia tem capacidade para 2 mil pessoas.

Além disso, as missas também são transmitidas pela internet como uma forma de manter o contato com os fiéis.

LOGOS QUE CONSCIENTIZAM

Grandes empresas também promoveram de forma criativa ações para incentivar o distanciamento social. A mudança de logo por parte de diversas organizações chamou a atenção no combate ao coronavírus. Ainda que simples, a atitude foi bem vista pelos consumidores e serve como uma forma de mostrar que a marca também se solidariza com a causa.

Empresas com Audi, Volkswagen, Mercado Livre e McDonald’s adotaram, mesmo que temporariamente, uma nova comunicação e identidade visual.

Mercado Livre

O tradicional aperto de mão da marca deu espaço ao encostar de cotovelos, como uma forma de simbolizar que o contato entre as mãos não é recomendado. Além disso, a mudança veio acompanhada da frase “Juntos. De mãos dadas, ou não.”

A empresa também criou uma página com orientações para a o envio e recebimento de mercadorias. Legal, né?

Audi

No caso da marca de luxo Audi, as tradicionais argolas, que simbolizam a fusão de quatro fabricantes que existiram no passado, foram separadas.

“Fique em casa, mantenha distância, mantenha-se saudável, ajude o outro. Estamos juntos nisso. Como empresa global e comunidade global, nossa maior prioridade é identificar as oportunidades de baixar a curva de contaminação. Fique seguro”, é o discurso da Audi.

Volkswagen

Já a fabricante alemã resolveu alertar sobre o distanciamento aumentando o espaço entre as letras V e W que compõe o logo. Assista abaixo o vídeo manifesto da montadora:

McDonald’s

No Brasil, a rede de fast food também promoveu ações incentivando o distanciamento social. Na oportunidade, os arcos dourados que compõem o logo da marca estiveram separados.

A ação promovida pela marca no Brasil durou pouco, uma vez que a matriz nos Estados Unidos determinou que o cancelamento da ação por aqui. A campanha também trazia o slogan ““separados por um momento para estarmos sempre juntos”. Com o cancelamento, a marca agora foca nos serviços de retirada de produto, delivery e drive-thru.

AÇÕES CRIATIVAS DO BEM

Vale lembrar que a criatividade também tem o propósito de construir ambientes solucionadores, que auxiliem os problemas, no caso do coronavírus, são muitas as dificuldades da sociedade como um todo.

No Brasil, é crescente o número de artistas promovendo lives para arrecadação de dinheiro ou doação de cestas básicas às comunidades carentes. Mas o mundo todo dá exemplos de boas ações e criatividade para amenizar os danos do isolamento social.

A marca de cervejas americana Miller Lite, divulgou um vídeo de um bar vazio, como parte da campanha #VirtualTipJar”, com o objetivo de arrecadar dinheiro para os bartenders que estão sem trabalho no momento. “Taps are off. But tips are needed” (As torneiras estão fechadas. Mas gorjetas são necessárias) diz o material. Confira abaixo:

APOIE UM RESTAURANTE

A Stella Artois lançou no Brasil a campanha “Apoie um Restaurante”, como um movimento para beneficiar diversos estabelecimentos em todo o país.

No site da campanha há mais de 4 mil restaurantes cadastrados. Os consumidores poderão acessar o portal e adquirir o voucher de um restaurante de sua escolha. O voucher possui o valor de R$ 100,00, mas o consumidor só pagará R$ 50,00, com a outra metade sendo custeada pela Stella Artois e outras marcas parceiras que toparam o desafio, como Nestlé e Nespresso.

A ideia é que o voucher sirva para que o cliente possa utilizar presencialmente nos restaurantes ou bares inscritos, após a pandemia passar, é claro.

E você, tem mais sugestões de ações criativas para complementar o nosso conteúdo? Fique à vontade para compartilhar conosco nos comentários.

E continue acompanhando o blog da Slash para mais dicas 😊

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *