O papel de liderança na gestão de pessoas: que tipo de líder é você?

Soft Skills

O papel de liderança na gestão de pessoas: que tipo de líder é você?

João Jovanaci
Escrito por João Jovanaci em abril 7, 2020
4 min de leitura

A gente sabe que um líder nunca é igual ao outro, certo? Alguns tipos de liderança prezam mais pela democracia, outros são mais autocráticos. E é justamente essa diferença no perfil de gestores que faz com que teóricos de todo o mundo estudem o papel do líder nas organizações em que atuam.

A universidade de Harvard, nos Estados Unidos, conduziu uma pesquisa com mais de 3.000 líderes, com o objetivo de analisar como o comportamento dos chefes pode afetar o clima e o lucro das empresas. O resultado constatou que o estilo de liderança adotado pelos gestores é responsável por até 30% do lucro de um negócio.

Embora existam diversas teorias e perfis traçados desse ou aquele tipo de líder, a flexibilidade continua sendo a grande aliada dos gestores. Junto a isso, não podemos esquecer da importância da inteligência emocional, fator essencial na construção de habilidades dos bons líderes.  

FUNCIONÁRIOS DEIXAM OS CHEFES, NÃO AS COMPANHIAS

O papel do líder também é tema de discussão quando o assunto é retenção de talentos na organização. É bem verdade que muitas empresas enfrentam dificuldade para encontrar mão de obra especializada, mas a partir do momento em que o talento se junta a empresa, quais ações são tomadas para que ele possa sentir-se importante?

Nesse sentido, existe um grande movimento de colaboradores que preferem deixar a organização pela má gestão dos seus líderes.

“Os funcionários não deixam más companhias – eles deixam, na realidade, os chefes ruins. Ou seja, se comunicar efetivamente com seus empregados deve ser uma tática fundamental para a saúde da organização.”, afirma Timothy Altaffer, presidente da consultoria internacional Axialent.

Outro estudo conduzido por uma universidade americana, o Leadership Quarterly traz alguns dados interessante sobre os seus gestores. De acordo com o trabalho:

  • 39% dos trabalhadores disseram que o seu supervisor não consegue cumprir as promessas;
  • 27% afirmaram que o seu supervisor fez comentários negativos sobre eles para os outros funcionários ou gerentes;
  • 24% indicaram que o seu chefe invadiu sua privacidade;
  • 23% disseram que seu supervisor culpava os outros para encobrir erros pessoais ou minimizar a situação.

E O QUE EXATAMENTE É LIDERAR?

Liderar é inspirar, motivar e animar ideias, pessoas e projetos. Desse ponto de vista, liderança é a capacidade de elevar para melhor uma condição coletiva. É por isso que não se deve confundir liderança com chefia. Chefes são ligados à hierarquia e não são os responsáveis por elevar uma equipe para o melhor, diferentemente do líder, que implica nessa elevação e busca constantemente isso (Mario Sergio Cortella).

A definição de Cortella nos traz uma grande reflexão sobre o que é liderar e o que é ser chefe, termos que costumam ser confundidos com certa facilidade.

O líder

A maior habilidade de um líder é desenvolver habilidades extraordinárias em pessoas comuns, como disse Abraham Lincoln. Um verdadeiro líder sabe como motivar a sua equipe e consegue inspirar o time pela confiança que transmite. O líder é aquele em que o diálogo está sempre aberto e o reconhecimento vem de forma natural.

Algumas características de bons líderes:

  • Estão dispostos a ouvir;
  • Conseguem admite erros;
  • Incentiva a cultura de feedbacks;
  • Compreende as particularidades de cada membro da equipe;
  • Consegue motivar e engajar seus colaboradores pelo exemplo;
  • Considera opiniões contrárias à sua;

O chefe

O chefe costuma ser alguém muito centralizador e autoritário. Costuma confiar apenas nas suas próprias decisões e opiniões e o respeito que conquista é muito mais por intimidação ou medo dos colaboradores do que por admiração. Com a sua autonomia ele apenas delega atividades, sem guiar o time ou oferecer qualquer tipo de suporte.

Algumas características de chefes:

  • Está sempre pautado na autoridade do seu cargo;
  • Centraliza informações e responsabilidades;
  • Seu único foco está nos processos e não nas pessoas;
  • Não costumar dar valor a opiniões contrárias às suas;
  • Sua equipe é sempre responsabilizada pelos fracassos, nunca ele;
  • Peca no excesso de cobranças e perfeccionismo;

TESTE DE LIDERANÇA

Considerando habilidades interpessoais e relações de trabalho no dia a dia, nós fizemos um pequeno teste de liderança. São 5 perguntas rápidas com questões que envolvem o cotidiano de quem está à frente da gestão de pessoas. Essas perguntas também servem como um guia para que você possa fazer uma autoanálise do seu processo enquanto líder. Vamos lá?

Gostou do conteúdo sobre liderança? Não esqueça de compartilhar o resultado com os amigos e por que não com a sua equipe? Feedbacks são sempre bem-vindos 🙂

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *