Somos todos LLL (Lifelong Learning): aprendizado contínuo como estilo de vida

Lifelong Learning

Somos todos LLL (Lifelong Learning): aprendizado contínuo como estilo de vida

admslash
Escrito por admslash em agosto 2, 2019

Enquanto você lê esse texto, uma nova profissão já foi inventada e outras deixaram de existir. Entenda como mudanças no mercado de trabalho aceleradas pela tecnologia exigem dos profissionais a capacidade de aprender mais, mais rápido e conectar tudo.

O que é o tal do lifelong learning?

Lifelong Learning (LLL) em português quer dizer “aprendizado ao longo da vida”, e para nós é o mesmo que educação continuada ou desenvolvimento profissional.

Na teoria é um conceito muito amplo pois se refere ao aprendizado que realizamos, formal ou informalmente, a vida toda. Vai desde aprender a fazer picolé de fruta até um pós-doutorado em física. Não há limites para saber das coisas.

Nas primeiras fases da vida o nosso aprendizado é informal, geralmente no ambiente familiar. Imagine uma criança de 3 anos quando começa a perguntar o “porquê” e imita a forma como a mãe anda, como o pai come ou como o irmão se comporta. Vamos imitando até criarmos algo original que podemos chamar de nosso. 

Logo entramos na escola, um ambiente formal e estruturado, e ficamos nesse modelo até o fim da faculdade. Na educação infantil é tudo colorido e somos incentivados a brincar e ser criativos. A medida que vamos crescendo, a estrutura da sala de aula vai ficando mais “quadrada” e o conhecimento guardado em “caixas”. De qualquer forma, nada pode limitar o saber, já que ele não precisa de um espaço ou um tempo específico.* Agora, mesmo “sem querer” você acaba de desenvolver o conceito LLL em seu cérebro. *

O primeiro emprego traz a necessidade de aprender novas habilidades, o que fazemos de maneira informal e muitas vezes acidental. Já na vida adulta podemos buscar a formalidade das instituições de ensino superior, o youtube ou outras plataformas online e até mesmo aquele tio chato que você descobre que sabe muito sobre algo interessante.Podemos aprender pela internet, em viagens, com filmes, livros, com amigos e explorando uma das coisas mais legais que já inventaram: uma tal de curiosidade.

O mundo mudou e exige novos modelos de lifelong learning

Para enfrentar os desafios que as mudanças globais nos trouxeram, é preciso redefinir o conceito de LLL e deixá-lo mais específico. Essa é uma das preocupações da Organização Mundial do Trabalho, que encara o lifelong learning como a chave para que as pessoas possam acessar os benefícios dos trabalhos do futuro.

A ONU determinou, na Agenda de Desenvolvimento Sustentável 2030, como uma de suas prioridades a busca pelo reconhecimento de uma titulação universal para o LLL e o envolvimento dos governos em projetos de LLL.

Com tantas opções diferentes dentro de LLL, como podemos comprovar as diferentes competências que desenvolvemos desde o curso de Excel até aquele de marcenaria artesanal?

Precisamos pensar nisso também.

A gente acredita que o novo lifelong learning é um sistema de educação continuada que atualiza nosso conjunto de habilidades ou desenvolva novas capacidades, em um modelo focado no aluno, que traga a inovação desde o princípio e que seja reconhecido por outras instituições e pelas empresas.

Precisamos de modelos educacionais criativos, inovadores e que consigam articular conhecimentos acadêmicos com as demandas do novo mercado de trabalho.

Onde buscar oportunidades de lifelong learning?

Na prática, qualquer ambiente que permita aprender algo novo é considerado uma oportunidade de praticar o lifelong learning.

Graças à tecnologia temos acesso a novos formatos de aprendizagem, que entregam conteúdos específicos no momento em que precisamos.

Pós-graduações

As universidades em geral têm mais flexibilidade no conteúdo e formato dos cursos de pós-graduação, gerando ótimas oportunidades de aperfeiçoamento e networking profissional.

Cursos rápidos

Cursos de curta duração, no formato de workshops, são excelentes para se desenvolver habilidades específicas. Existe uma infinidade de modelos e formatos, desde aulas expositivas até diálogos e dinâmicas de grupo.

Webinários

As empresas já perceberam a necessidade de produzir conteúdos que ofereçam mais engajamento e que se conectem com seu público.

Webinários são seminários online escaláveis, em que milhares de pessoas podem participar. São uma ótima oportunidade para conhecer novas ferramentas de trabalho e também para ter mais contato com a realidade das empresas.

Aprendizagem colaborativa

Aprender em grupo pode ser mais divertido, especialmente com as novas tecnologias de colaboração. Os hackatons e os bootcamps, eventos que reúnem desenvolvedores e designers para resolver determinados problemas em equipes, têm sido uma fonte de aprendizado para os profissionais do TI.

Educação In Company

Muitas empresas contratam professores e especialistas, como coaches e consultores, para trazer aos seus profissionais apenas o necessário para resolver problemas atuais. Esse tipo de ensino é focado no dia a dia da empresa.

Mentorias, coaching e supervisão

Uma das melhores formas de se aprender é por meio de feedbacks e orientações vindas de pessoas mais experientes ou de especialistas de mercado.

Educação à Distância

As plataformas de educação à distância são capazes de nos dar o conhecimento que queremos, sempre que necessário. Nesse setor temos universidades oferecendo diplomas e certificações, e também instituições privadas ou governamentais que distribuem cursos com foco em habilidades específicas.

Modelo híbrido

Para dar dinamismo ao modelo online de educação e para contornar as limitações de escala das aulas presenciais, um novo modelo tem surgido, reunindo o melhor dos dois mundos.

Os alunos têm a oportunidade de estudar no seu próprio ritmo através de conteúdos em vídeo interativos, e então discutir e praticar em grupo para fortalecer os novos aprendizados.

Agora não é o seu conhecimento que importa, é sua capacidade de aprender

As pessoas estão ficando cada vez menos tempo nas empresas.

As novas gerações de profissionais não ligam tanto para o “tempo de casa” e valorizam mais a liberdade, a possibilidade de crescimento profissional e a chance de trabalhar com propósito.

Com essa nova realidade, as empresas estão com dificuldades para criar e manter programas de educação continuada de longo prazo, deixando aos profissionais a responsabilidade de se atualizar para o trabalho.

Novas parcerias institucionais estão em formação, em todo o mundo, para lidar com os desafios da educação continuada para o trabalho do futuro.

Agora é aquele momento em que a academia se une ao mercado.

A universidade será uma parceira das empresas para identificar seus principais problemas e entregar soluções educacionais na medida.

Enquanto isso, desperte o seu instinto LLL e tome responsabilidade sobre o próprio aprendizado.

Referências

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

One Reply to “Somos todos LLL (Lifelong Learning): aprendizado contínuo como estilo de vida”

Rosaneide

Incrível poder aprender tanto através de um artigo