Você está preparado para o futuro do trabalho?

Futuro

Você está preparado para o futuro do trabalho?

admslash
Escrito por admslash em agosto 22, 2019

Vamos conhecer as principais mudanças trazidas pela Quarta Revolução Industrial (que já está rolando!) e como se preparar para elas.

O motorista com um século de experiência

Imagine chamar um Uber, mas quem dirige não é uma pessoa, e sim um software com mais de 100 anos de experiência no volante, capaz de enxergar tudo num raio de 300 metros e de predizer com grande precisão o que vai acontecer na rua.

É exatamente isso o que já está acontecendo desde 2018 na cidade de Phoenix, nos Estados Unidos, para um grupo de 400 beta-testers.

O Waymo é a evolução de um projeto da Google lançado em 2008 para criar o primeiro carro autônomo do mundo, e celebrou seus 10 anos de sucesso com o lançamento de um serviço de transporte de pessoas utilizando carros fabricados pela Chrysler.

O serviço deu tão certo que 20.000 novos veículos foram encomendados para a Jaguar, já com a tecnologia de direção autônoma de fábrica, o que irá oferecer mais de 1 milhão de viagens por dia.

O software que está por trás do Wayne foi criado para corrigir seu comportamento a partir dos dados que assimila nas viagens. Cada veículo aprende coisas novas e compartilha seus conhecimentos com os outros veículos, aumentando cada vez mais a capacidade da frota para dirigir com segurança e agilidade.

Tal habilidade jamais seria possível para um ser humano atrás do volante, que dirige sob efeito das emoções e ainda divide sua atenção com o celular!

Esse tipo de tecnologia pode ameaçar os trabalhos de motoristas de todo o mundo? Com certeza, mas pode também ajudar a reduzir os acidentes no trânsito, que mataram mais de 1,35 milhão de pessoas em 2018 em todo o mundo.

Pode também reduzir o custo de transporte de mercadorias, promover um transporte público de maior qualidade nas cidades e impactar profundamente nos custos e tempo de logística para as empresas.

A iniciativa da Google é um bom exemplo das transformações que o mundo verá em um futuro próximo. Não foi uma só tecnologia que tornou o projeto possível, mas sim a combinação de vários avanços em áreas diferentes: inteligência artificial, sensores, machine learning, ciência dos materiais e geolocalização.

Mais do que especialistas, precisamos de profissionais que saibam conectar as diferentes áreas para criar soluções inovadoras e que consigam responder às demandas dos novos tempos.

Do ponto de vista da nossa carreira profissional, que escolhas podemos fazer para nos preparar melhor para esse futuro que emerge?

Que competências são necessárias, por exemplo, para se projetar um carro autônomo com esse da Wayne?

Atualize-se com as novas tecnologias da sua área

A OECD (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), formada por 36 países incluindo o Brasil, divulgou um relatório com fatos e tendências para o mundo do trabalho:

  • 14% dos empregos sofrem alto risco de automação
  • 32% dos empregos podem sofrer grandes transformações pela tecnologia
  • 60% da força de trabalho não possui capacitação em tecnologias de informação e comunicação ou experiência com computadores

Máquinas dotadas de inteligência artificial irão também substituir algumas atividades cognitivas, como atendimento e vendas, que já começam a ser feitos pelos chatbots.

Na medicina temos a biotecnologia, a produção de pele e órgãos artificiais e a nanotecnologia criando soluções cada vez mais efetivas e seguras para o tratamento de doenças.

Procure descobrir como que o seu trabalho será afetado pelas novas tecnologias e busque capacitação com os profissionais e empresas que já estão puxando essas novidades no seu setor.

Não deixe que os robôs substituam você!

Aprenda a trabalhar remotamente

No futuro as pessoas vão trabalhar de onde quiserem.

A Automattic, empresa criadora do WordPress, hoje por trás de mais de 75 milhões de websites, é 100% distribuída com seus 500 colaboradores trabalhando remotamente em 50 países. A empresa chegou a criar uma ferramenta própria para a comunicação das equipes, que conseguem manter uma alta produtividade apesar das diferenças de fuso horário.

A gigante Dell possui mais de 25.000 colaboradores trabalhando remotamente e, segundo seu diretor de recursos humanos, “uma força de trabalho flexível é tão produtiva (ou talvez mais) que o modelo tradicional do escritório, além de ajudar as pessoas a equilibrar sua vida pessoal e profissional”.

Outro benefício do trabalho remoto é a redução dos impactos ambientais gerados pela poluição do translado de casa até o escritório.

Aprenda a programar

As maiores empresas do mundo – Apple, Microsoft e Amazon – tiveram seu sucesso construído pela engenharia de software.

É difícil (talvez impossível) imaginar alguma empresa de relevância em seu setor que não utilize algum tipo de programação em seu modelo de negócios.

Muitos especialistas recomendam que as crianças desde já aprendam programação nas escolas, porque é mais difícil aprender depois de adulto.

Mas não é impossível: empresas como a Codecademy, a Coursera e a freeCodeCamp desenvolveram aulas que tornam fácil o aprendizado de várias linguagens de programação para pessoas de todas as idades.

Aprender a programar não é só uma skill que vai garantir melhores empregos e remuneração, ela também melhora a organização, a criatividade e a capacidade de resolver problemas, habilidades que também são importantes para as profissões do futuro.

Saiba trabalhar colaborativamente

Se você tem dificuldades para trabalhar em equipe, é hora de deixar isso pra trás!

O futuro nos guarda uma grande mobilidade da força de trabalho.

Especialistas preveem que será cada vez mais comum sermos profissionais autônomos que atendem diversas empresas ao mesmo tempo, trabalhando por contratos temporários.

Com isso as empresas conseguirão trazer ideias frescas para o seu dia a dia, sempre que precisarem, gerando soluções cada vez mais criativas para os problemas que surgirem.

Novas ferramentas e metodologias de facilitação, condução de reuniões, tomadas de decisão e acesso ao conhecimento coletivo serão necessárias, para extrair o melhor dessas equipes dinâmicas.

Renove-se com mais frequência

Até 1900 o conhecimento da humanidade dobrava a cada 100 anos. Hoje ele dobra a cada 13 anos e, segundo previsões da IBM, o avanço da internet das coisas dobrará nosso conhecimento a cada 12 horas.

Com essa velocidade toda, as transformações vão acontecer com mais frequência nas diferentes áreas do conhecimento, levando a uma instabilidade cada vez maior sobre “o que sabemos”.

Por isso que mais importante que nosso conhecimento será nossa capacidade de renovar o repertório.

Seja um LLL, sempre

Segundo a Organização Internacional do Trabalho, o lifelong learning é a chave para que as pessoas possam se beneficiar das profissões que vão nos levar ao futuro do trabalho.

LLL, como gostamos de chamar, é um estilo de vida que considera as diferentes oportunidades de aprendizado, formais e informais.

Um lifelong learner é aquela pessoa que está sempre curiosa e com fome de conhecimento.

Referências

https://www.businessinsider.com/waymo-one-driverless-car-service-launches-in-phoenix-arizona-2018-12

https://waymo.com/journey/

https://zapier.com/blog/companies-hiring-remote-workers/

https://www.turbinehq.com/blog/4-examples-agile-working

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

One Reply to “Você está preparado para o futuro do trabalho?”

Luciano Rodrigues Floriano

Boa noite muito bom excelente para nossas vidas futuras isso vai nos ajudar muito em trabalhar com eficiência e inteligência e capacidade eu quero ser participante de tudo isso obrigado boa noite